Almofadas são elementos preciosos quando o assunto é deixar o ambiente aconchegante e com charme. Pensando em funcionalidade, elas podem ser usadas como uma opção prática de assento, para encosto das costas na leitura ou mesmo assistindo televisão e até mesmo por que não para sentar no chão quando necessário. Agora falando em termos estéticos, elas são itens decorativos muito versáteis que trazem ao ambiente descontração, charme, beleza e leveza.

Hoje no mercado existem diversos modelos, tamanhos, texturas e estampas que nos permite a exploração destes acessórios de modo a trazer diversos efeitos decorativos.

Separamos alguns modelos que utilizamos em nossos projetos para vocês se inspirarem também.

Foto por Henry Lopes – Projeto por Rosely Amabile

Vamos iniciar a conversa falando sobre os diversos materiais que encontramos hoje no mercado que nos auxiliam na hora de compor o espaço, são eles: algodão, sarja, linho, veludo, suede, chita, chenili, seda, entre outros.

Porém, na escolha de tecidos alguns itens devem ser levados em consideração: primeiramente o estilo da decoração, se é algo mais clean, mais despojada, mais sofisticada ou com mais personalidade. Levando sempre em consideração a decoração que foi pensada para o ambiente, para que as peças não destoem do todo.

Outro ponto importante a ser analisado é o local que elas serão colocadas, quarto, sala, varanda? Analisar o ambiente é muito importante, pois cada ambiente exige um nível de comodidade diferente e também um tipo de tecido; por exemplo, nas áreas externas, aconselhamos tecidos mais robustos com uma durabilidade maior para resistir à chuva e sol.

Por último, mas de muita importância é necessário analisar se quem irá utilizar o espaço possui algum problema respiratório de modo a evitar tecidos que acumulem muito pó ou que tenham pelos.  Além disso, dentre os usuários existem nossos queridos pets ou crianças, pois é sempre preferível utilizar materiais de fácil manutenção, que não acumulem pelos e com as tramas mais fechadas, como brim, sarja, etc. Atualmente existem tecidos para essa finalidade como por exemplo o veludo Easy Clean, como conta nosso parceiro Marengo Decor, que por serem produzidos com alta tecnologia, permitem uma limpeza de maneira fácil usando apenas água e detergente neutro, ou seja, um ótimo tecido para quem tem pets e crianças em casa.

Foto por Henry Lopes – Projeto por Rosely Amabile

 

Tecidos escolhidos, vamos definir a paleta de cor.

 

Para escolha das cores das almofadas primeiramente analisamos o projeto, os tons que predominam no espaço que foram definidos a partir do estilo pessoal do cliente. É importante analisar as cores em móveis, quadros, tapetes e objetos que estejam no ambiente.

É possível variar compondo uma cartela de cores para as almofadas, combinando com os tons presentes no ambiente ou até mesmo escolher uma única cor predominante e variar apenas o tom, como no projeto abaixo:

Foto por Henry Lopes – Projeto por Rosely Amabile

 

Os tamanhos são importantes também na hora de compor as almofadas, porque além do mix de estampas e cores, podemos trabalhar com tamanhos diferentes para trazer dinâmica e movimento ao espaço.

Neste projeto abaixo exemplificamos como o uso de texturas e tamanhos diferentes trazem ao mesmo tempo movimento e aconchego ao ambiente.

Foto por Henry Lopes – Projeto por Rosely Amabile

 

Em dormitórios, por exemplo, como no projeto abaixo, os diferentes modelos e tamanhos de almofadas além de proporcionar descontração ao dormitório infantil traz também a funcionalidade de poder utilizar cada uma para uma função como: apoiar para leitura, jogar vídeo game, brincar e até mesmo dormir.

Foto por Henry Lopes – Projeto por Rosely Amabile

 

Chegamos à conclusão que não existe uma receita pronta na hora de comprar almofadas, mas entendemos a necessidade de compor com o espaço projetado, de gerar harmonia e leveza. A dica máxima quando falamos destes elementos é sempre manter o equilíbrio, até mesmo na escolha da quantidade que será colocada em cada ambiente, pensando sempre no espaço como um todo.